A Marvada Carne

Inserido em: Clássicos do Cinema Brasileiro, Comédia Por: admin

A Marvada Carne, um filme de André Klotzel

YouTube Preview Image

SINOPSE
A Marvada Carne é uma comédia que mostra as hilariantes aventuras de Carula (Fernanda Torres), uma garota simples, do interior, que tem um grande sonho na vida: se casar. E para isso ela está disposta a tudo.
Nhô Quim (Adilson Barros) vive lá nos cafundós em companhia do cachorro e da cabra de estimação. Aquela vidinha besta no meio do mato não dá pé e ele resolve cair no mundo e procurar a solução para duas questões que o incomodam: arranjar uma boa moça para o casório e comer a tal carne de boi, um desejo que fica ruminando sem parar dentro dele. Nas suas andaças Nhô Quim vais dar na casa de Nhô Totó (Dionísio Azevedo), cuja filha está em conflito com Santo Antônio, que não anda colaborando para ela arranjar um bom marido. E logo Nhô Quim descobre que o pai da moça tem um boi reservado para a ocasião do casamento da filha. Será este o momento para Nhô Quim realizar seus dois maiores desejos?

FICHA TÉCNICA
Direção: André Klotzel
Roteiro: André Klotzel e Carlos Alberto Soffredini
Produtor: Cláudio Kahns
Ano: 1985
Gênero: Comédia
Duração: 78’

ELENCO
Fernanda Torres (Carula)
Dionísio Azevedo (Nhô Totó)
Adilson Barros (Nhô Quim)
Chiquinho Brandão
Regina Case (Mulher Diaba)
Henrique Lisboa (Priest)
Lucélia Maquiavelli (Nhá Tomasa)
Geny Prado (Nhá Policena)
Paco Sanches (Serafim)

Marvada Carne

72 Comentários “A Marvada Carne”

  1. Ana Francisca Diz:

    Eu não entendo essas pessoas que procuram filmes nacionais só para falar mau deles.Se é pra falar porcaria fica calado é bem melhor!

  2. tiago Diz:

    o filme coloca em discussão os mitos contemporaneo, alem de ser um otimo program em familia

  3. tiago Diz:

    para se apreciar certas coisas, é preciso um intelecto apurado, poder ir alem do que se mostra na tela. afinal graças a ditadura militar e a falencia do ensino publico nos acostumamos a não usar muito o senso critico. este filme é otimo, um dos melhores se pensarmos na epoca em que foi feito.

  4. victoria Diz:

    para falar a verdade,eu odiei esse filme.filme porcaria.

  5. Mônica Diz:

    Tenho 17 anos, e nunca tinha ouvido falar deste filme até chegar na faculdade, onde tive que fazer um trabalho em cima do mesmo. Gostei muito dele, pois tive a oportunidade de conhecer uma realidade que pessoas das minha idade não tem ideia que existiu. Concordo plenamente com muitas coisas ditas acima, concerteza é um filme muito bom, e esses “desinformados” deveriam assistir. Abraço!

  6. Prof. Silvio Ribeiro Diz:

    A fotografia das primeiras cenas do filme foram baseadas nos quadros do pintor Almeida Junior, que retratava a cena rural brasileira. Dê uma pesquisada.]
    Os diálogos em forma de prosopopéia, tão pitoresco e gostosos de ouvir, principalmente para quem vive nas cidades.
    O filme perde a magia na segunda parte, embora a metáfora nos ensine a buscar os nossos ideais.
    Só não gostei do desfecho final, onde parece que os realizadores não sabiam como terminar o filme.
    Uma pena, para um filme que começou tão bem.
    Mas vale pelo conteúdo, embora não dê para comparar com “O Pagador de Promessas”, que rendeu ao Brasil a Palma de Ouro em Cannes.
    É minha opinião.

  7. tina Diz:

    eu fiquei curiosa pra assistir!

  8. Vera Oliveira Diz:

    O filme é muito bom e ,com ele,estou trabalhando folclore com meus alunos de 5º ano.

  9. Rayane Diz:

    o filme é até engraçadinho…

  10. Jackson Diz:

    Adoro esse filme!!!! Muito bom mesmo!!!!!!!!!

  11. eduardo Diz:

    victoria , porcaria foi o que aconteceu depois de nove meses que seu pai deu uma com sua mãe

  12. luis ernesto Diz:

    assisti o filme que sem saber baixei da internet procurando cinema brasileiro, vou ser rapido, sou peruano por isso meus erros ortograficos. bom, gostei de ver e aprender aquela cultura brasileira de essas pessoas do interior de aquela epoca, o seu jeito de falar e a visao do mundo que tinham. filme emgraçado sen cair na baixaria, o palavrao como muitos filmes brasileiros de hoje. ainda bem que assisti a marvada carne e asim nahum cair no erro de pensar que brasil so tem filme violento e cheio de palavrao. ja para terminar, achei muito engraçao cuando o capeta aparece ante ele a primeira vez e emtra com os pasos de michael jackson kkkk, e gostei muito do final e mim fez refletir de mais cuando ele ao final de conseguir sua sonhada carne, ele compartiu numa especie de churrasco com a vizinhança. seria bom um brazil desse jeito e nahum tao violento emcuando os dias de hj. tchau

  13. daniel Diz:

    Ultimamente tenho gostado de todos os filmes brasileiros q vejo, e esse n foge a regra, acho q o q faz o cinema brasileiro ser bom eh q jah q n temos mt dinheiro pra gastar com efeitos especiais nós temos q investir em roteiros criativos e cativantes, por incrivel q pareça o cinema nacional n eh apelativo.

  14. j.s. Diz:

    NAO ME CANSO DE VER ESSE FILME,SE NOS DIASDE HOJE OS HOMENS FOSSEM HUMILDES IGUAL AO FILME A HUMANIDADE NAO ESTARIA COMO ESTA NOS DIAS DE HOJE,QUE TODOS VEJAM O FILME POR UM LADO BOM.

  15. Livia Diz:

    Otimo filme!!!!

  16. hilda Diz:

    Foi muito bom assisti “Mavarda Carne” na aula de Antropologia quando estava estudando Enfermagem.
    Hoje vou trabalhar com os alunos da “EJA”- Educação de jovens e adultos, sobre Identidade- Eu meu dia a dia – Alimentação…

  17. Murilo Antunes Diz:

    “Entrou Por uma Porta, Saiu Por Outra, Quem Quiser que Conte Outra”… E o filme é belíssimo, um tiquinho da cultura regional brasileira datada, mas que tanto datada quanto atemporal pode ser considerada, uma breve aula de história nacional. É brilhante, é fascinante, uma obra prima do cinema brasileiro. Atuações impecáveis e perdoem-me os que não gostaram, mas faltou inteligência para absorver o filme, não gostar desse filme só se não gostar de cinema, pois tudo que envolve a trama do filme tem um porquê. Há a questão sócio-econômica do país naquela época, há as diferenças entre o campo e a cidade, há as crendices populares, há o clima bucólico da vida no campo, há muito mais nesse filme. Bom, acredito que essa geração mais jovem realmente não vá gostar, pois querem tudo mastigado, querem tudo muito fácil de entender e quanto menos conteúdo melhor hoje em dia, infelizmente.

  18. Cláudia Cristina Diz:

    Amei,o filme é d+

  19. Ryou Bakura Diz:

    Que filme ruim. Pior filme que já vi, além de ser sem graça ainda é sem sentido

  20. irineu - Salvador-BA Diz:

    Este filme retrada a simplicidade e inocencia do povo no interior do Brasil. Um povo humilde, que precisa de muiito pouco pra ser feliz. Se pensar bem, nos cidadãos urbanos temos motivos pra ter inveja desta gente.

  21. Jeronimo Diz:

    Filme muito bom!

    Tenho usado em minhas aulas mostrando os dialetos caipiras, sua cultura etc.
    Meus alunos tem amado esse filme

    Vale a pena assistir e indicar a outros

    Segue sugestões para educadores

    http://www.recantodasletras.com.br/trabalhosescolares/5007058

  22. Davi Sincero Diz:

    Puta que pariu que filme bosta, eu fui forçado a assistir essa bosta na minha escola e ainda tenho que fazer um trabalho sobre esse filme não recomendo nem pras pessoas que eu mais odeio isso pra mim foi uma tortura

Deixe o seu comentário