Onde Está a Felicidade

Inserido em: Comédia, Estreias 2011 Por: admin

Onde Está a Felicidade, um filme de Carlos Alberto Riccelli

YouTube Preview Image

SINOPSE
Até onde você iria para ser feliz? Nessa deliciosa comédia, a chef de cozinha Teodora embarca em uma jornada de descobertas que farão dela uma nova mulher. Crises no amor e na vida profissional a levarão – junto com o amigo Zeca e a espanhola Milena – à percorrer o Caminho de Santiago de Compostela, cenário ideal para encontros, reencontros e aventuras.

FICHA TÉCNICA
Direção: Carlos Alberto Riccelli
Roteiro: Bruna Lombardi
Produtor: Geórgia Costa Araújo, Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli e Antón Reixa
Ano: 2011
Gênero: Comédia
Duração: 110’

ELENCO
Bruna Lombardi (Teodora)
Bruno Garcia (Nando)
Marcello Airoldi (Zeca)
Marta Larralde (Milena)
María Pujalte (Aura)
Wandy Doratiotto (Arnon)
Sérgio Guizé (Juninho)
Paulo Federal (Manjuba)
Luis Zahera (Anxo)
Pedro Alonso (Ramon)
Berta Ojea (Secretária dos Peregrinos)
Marcelo Adnet como Nestor)
Dani Calabresa como Garota da TV)
Kotoe Karasawa (Kazuko / Katsumi)
Hanna Rosenbaum (Clarinha)

Onde Está a Felicidade

Bruno garcia e Bruna Lombardi no filme " Onde Está a Felicidade"

1 Comentário “Onde Está a Felicidade”

  1. Karie Diz:

    Ana,Concordo contigo, ainda que seja uma geenarlizae7e3o, sobre SP. Ne3o acho que seja um mal apenas daqui creio que outras cidades, especialmente grandes, sofrem com essa indiferene7a. A desesperane7a e a falta de e2nimo nos semblantes paulistanos do dia-a-dia, nos f4nibus, metrf4s, ruas e restaurantes por quilo, fala alto na cabee7a de qualquer um, ale9m da desigualdade que aqui se faz mais presente, mais visedvel.Mas, ne3o sei realmente se concordo inteiramente com vocea que a frase ( Vocea ne3o e9 amado porque e9 bom. Vocea e9 bom porque e9 amado. ) e9 um absurdo.Acho que tem muito a ver a atitude atual ne3o restrita a SP de basear o que somos nos outros, de sermos espelhos da sociedade, tentando ser indivedduos para os grupos nos quais queremos nos encaixar, mas sendo meros xerox para os outros grupos. O individualismo nunca esteve te3o em alta, dizem. Mas o que eu mais vejo por aed e9 cf3pia da cf3pia da cf3pia. Inclusive os que querem ser diferentes acabam copiando E aed, sim, a frase passa a ter sentido.He1 ainda uma outra interpretae7e3o, mas creio que incompleta, que e9: ser bom ne3o atrai o amor de ningue9m. Quando nos amam, agimos de bem; mas do contre1rio, preferimos o individualismo e a desconfiane7a. Afinal, bom e9 sinf4nimo de ingeanuo, tolo, banana. E isso ningue9m quer ser, ne9 mesmo?Mas, enfim, sf3 pensamentos e pensamentos que tive ao ler teu texto :*

Deixe o seu comentário